29 de setembro a 29 de setembro

Orsse e Osufs: sopros e percussão

Sob a regência do maestro Daniel Nery, a Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse), em parceria com a Orquestra Sinfônica da UFS (Osufs) e alunos do Conservatório de Música de Sergipe, realizará um concerto em formação de uma banda sinfônica. A Orsse, que é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura, apresentará uma coletânea inteira e originalmente composta para sopros e percussão. O concerto terá repertório de compositores consagrados como Alfred Reed e Frank Titcheli, transitando por transcrições e arranjos de Rinksy-Korsakov e Beatles, além da música brasileira representada pela original da banda Suíte Nordestina, do Mestre Duda.

De acordo com Daniel, uma banda sinfônica se diferencia das orquestras sinfônicas e das bandas tradicionais (civis ou militares) por conta da diversidade de sua formação instrumental e abrangência de repertório, já que pode ser compreendida como um grande conjunto formado por instrumentos de sopro e percussão. “Além dos instrumentos normalmente empregados pelas bandas convencionais, utiliza oboés, corne-inglês, diversas espécies de clarinetes e saxofones, vasto naipe de percussão (teclados: marimba, vibrafone, xilofone, glockenspiel; tímpanos, bombos, campanas) e cordas (piano, contrabaixos e, em alguns casos, violoncelos). Esta formação pode ser alterada de acordo com a natureza das obras e tal flexibilidade torna-a apta à execução de transcrições do repertório concebido para a orquestra sinfônica e particularmente adequada às experimentações da música contemporânea justificando assim o fato de seu já vasto repertório original ser fruto da produção artística do século XX”, explica.

O concerto acontecerá às 20h30, no Teatro Atheneu. Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria do teatro no valor de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia).