Reitores

Galeria dos reitores da Universidade Federal de Sergipe e pequena biografia.

 

Angelo Roberto Antoniolli (2012-atual)

Nasceu na cidade de Itapeva/SP em 7 de março de 1958. É graduado em Farmácia pela USP e tem Doutorado em Farmacologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP). É professor Associado do Departamento de Fisiologia, do Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, do Núcleo de Pós-Graduação em Medicina da UFS e do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (Renorbio). Tem se destacado como pesquisador dos mecanismos e ações dos fármacos, no combate à dor e à inflamação, sendo premiado nacionalmente pelo Conselho Nacional de Farmácia por seus trabalhos nessa área.

 

Josué Modesto dos Passos Subrinho (2004-2008 e 2008-2012)

Nasceu na cidade de Ribeirópolis em 22 de janeiro de 1956. É graduado em Ciências Econômicas pela UFS (1977), possui Mestrado (1983) e Doutorado em Ciências Econômicas pela Unicamp (1992) na área de História Econômica. Em sua gestão, adotou o lema “Expandir para incluir” e buscou o crescimento, qualidade acadêmica, sustentabilidade e inclusão social. Foi Vice-Reitor da UFS no período de 1996 a 2004. Atualmente, é professor associado do Departamento de Economia (DEE/CCSA).

 

José Fernandes de Lima (1996-2000 e 2000-2004)

Bacharelou-se em Física pela Universidade Federal de Pernambuco (1978), obteve o grau de Mestre (1978) e Doutor (1991) em Física do Estado Sólido pela Universidade de São Paulo. Admitido na Universidade Federal de Sergipe em 1980, foi professor do Departamento de Física, do Núcleo de Pós-Graduação em Física, do Mestrado em Educação e do Mestrado em Ensino de Ciências da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Também foi reitor da Universidade Federal do ABC, gerente da Diretoria de Programas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), secretário de Educação do Estado de Sergipe e presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE/MEC).

 

Luiz Hermínio de Aguiar Oliveira (1992-1996)

Sergipano, formado em Medicina pela Universidade Federal de Sergipe. Um dos frutos de sua gestão foi a elaboração do projeto para implementação de cursos de licenciatura plena no interior do Estado de Sergipe. Criou a Fundação de Apoio a Pesquisa e Extensão de Sergipe – FAPESE, construiu os prédios para a sede do Colégio de Aplicação, do curso de Odontologia, do ambulatório de Medicina, do CESAD e o módulo do complexo poliesportivo. Além disso, informatizou a BICEN e realizou outras ações, como a instalação do Museu do Homem Sergipano.

 

Clodoaldo de Alencar Filho (1988-1992)

Nascido na cidade de Estância/SE, é formado em Letras-Inglês pela UFS e membro da Academia Sergipana de Letras. Em sua gestão foram criados novos cursos: Bacharelado em Informática, Engenharia Agronômica, Psicologia, Bacharelado em Ciências Sociais, Comunicação Social – Jornalismo, Arte e Educação, Rádio e Televisão. Ampliou o acervo bibliográfico da BICEN, criou o Núcleo de Assuntos Internacionais – NAI e promoveu a transferência do ambulatório do Hospital de Cirurgia para o Hospital Universitário, entre outras ações.

 

Eduardo Antonio Conde Garcia (1984-1988)

Nascido em Aracaju/SE, é formado em Medicina pela Universidade Federal de Sergipe. Em sua gestão ocorreu a implantação do projeto arqueológico da UFS no sentido de realizar o salvamento de peças arqueológicas na região alagada pela Hidroelétrica de Xingó. Também houve a criação do Mestrado em Geografia, do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB), do Programa de Apoio às Atividades de Pesquisa, do Encontro Sergipano de Coros, bem como a construção dos blocos de anatomia patológica e a reforma do Hospital Universitário.

 

Gilson Cajueiro de Hollanda (1980-1984)

Gestão que concluiu a construção do prédio do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), e do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET), além das obras do Restaurante Universitário. Ainda em sua gestão o Hospital Sanatório foi incorporado e adaptado fisicamente às exigências dos cursos da saúde. O Centro de Processamento de Dados (CPD) foi ampliado e a UFS foi beneficiada com a criação de setores fundamentais para o seu desenvolvimento e crescimento acadêmico.

 

José Aloísio de Campos (1976-1980)

Nascido na cidade de Frei Paulo/SE. Em 1943 formou-se pela Universidade Federal da Bahia, em Ciências Contábeis. Ocupou inúmeros cargos e exerceu diversas atividades no Estado de Sergipe. Foi o primeiro secretário executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Sergipe – CONDESE, além de prefeito da cidade de Aracaju (1968-1970). Trabalhou incessantemente para ver edificado o Campus Universitário na cidade de São Cristóvão, inaugurado no final de sua gestão.

 

Luiz Bispo (1972-1976)

Nascido em Alagoas, recebeu o titulo de cidadão sergipano. Tornou-se Bacharel na Faculdade de Direito de Sergipe, em 1955. Em sua gestão foram liberados recursos para a aquisição de grande parte da área onde está construída a Cidade Universitária Prof. Aloísio de Campos, na cidade de São Cristóvão/SE. Nesta, realizou o primeiro Festival de Artes em comemoração ao sesquicentenário da Independência do Brasil. Em sua gestão foi reaberto o Diretório Central dos Estudantes, fechado desde 1964.

 

João Cardoso do Nascimento Júnior (1968-1972)

Nasceu na cidade de Piquete/SP. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia. Falecido em 1988, o primeiro reitor da Universidade Federal legou à instituição a instalação dos cursos de Odontologia, Engenharia Química, Licenciatura em Química, Ciências Biológicas, Matemática, Física, além dos cursos de Administração e Ciências Contábeis. João Cardoso também resistiu com habilidade às exigências dos militares para expulsar estudantes que participavam do movimento estudantil.

 

Fonte: SOUZA, Josefa Eliana. História e Memória da Universidade Federal de Sergipe (1968-2012).

Notícias